Entenda a importância da gestão de estoque para postos de gasolina

Tempo de leitura: 3 minutos

Atender o cliente com qualidade é essencial para o sucesso do negócio. Em um posto de gasolina, não é diferente. É preciso estar atento a itens como a gestão de estoque, que é responsável pela disponibilidade dos produtos ofertados aos clientes.

É extremamente importante entender que uma boa gestão permite o crescimento do negócio, satisfação dos clientes e, consequentemente, aumento de rentabilidade — na medida em que o posto ganha destaque no local em que atua.

No post de hoje você vai entender um pouco mais sobre a gestão de estoque para postos de gasolina. Vamos conferir?

Equilíbrio entre indicadores

Se você se pergunta qual é a importância de uma gestão de estoques no caso de postos de gasolina, é bom saber: o negócio precisa estar alinhado com os níveis de consumo, garantindo que uma análise seja realizada por completo por meio de três indicadores.

1. Giro dos estoques

É o indicador responsável por apresentar a quantidade de vezes que o capital investido é recuperado com as vendas. Geralmente, sua medição ocorre considerando o ano e apresenta dados do passado para comparações.

Se a frequência de entrega dos fornecedores for maior, esse indicador apresenta números na mesma proporção, sendo conhecido também como índice referente à rotação de estoques.

2. Cobertura dos estoques

No caso desse indicador, será possível verificar com precisão por quanto tempo o estoque atual cobre seguramente as vendas futuras, considerando que não ocorra um novo abastecimento de suprimentos.

Dessa forma, é possível ter uma análise extremamente eficaz, na medida em que se pode ter uma linha de análise para verificar se o estoque não está sendo excessivamente grande.

3. Nível de serviço ao cliente

Esse indicador é o responsável por apresentar possíveis perdas de vendas devido à falta de estoque. Ou seja, representa quantas vezes os clientes procuraram seu negócio e não encontraram determinados produtos.

Assim, é possível verificar qual o montante que o posto pode ter deixado de receber devido ao desabastecimento e identificar pontos de melhorias para uma gestão de estoque mais eficiente.

Controle sob suprimentos

Costuma-se dizer que “estoque parado é dinheiro perdido”. Portanto, mantenha uma gestão que priorize o mínimo viável de estoque para que o impacto seja o menor possível na utilização do capital de giro do posto.

Dentro do contexto de gestão de estoque, também é possível destacar que ela pode identificar ameças para o negócio. Nesse ponto, é importante estar atento à compra de combustíveis com algum tipo de adulteração, que podem impactar na segurança, credibilidade e sucesso do negócio.

Disponibilidade para clientes

A garantia de que o posto funcionará corretamente mesmo nos finais de semana, por exemplo, somente é possível com uma boa gestão de estoque. É por meio dos indicadores e informações disponíveis que será possível prever as necessidades dos consumidores e garantir o correto funcionamento.

Lembre-se de que em determinadas épocas do ano, o movimento é maior, então manter os níveis adequados no estoque permite a continuidade das vendas. Com um controle rigoroso e atento, entendendo o funcionamento e objetivos de cada indicador, é possível alcançar os objetivos esperados.

E você? Entendeu qual é a importância da gestão de estoques para seu posto de gasolina? Deixe seus comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *